sábado, 16 de julho de 2011

Revolução em Dagenham

Baseado em fatos reais ocorridos em 1968, Made in Dagenham (2010) conta a história de 187 mulheres que trabalham na fábrica de carros Ford, na cidade de Dagenham - Inglaterra. Suas funções? Unir e costurar peças de couro que se transformarão em bancos de carros. Elas recebem muito menos que seus colegas homens para cumprir a mesma carga horária. E estão dispostas a entrar em greve para igualar seus salários, nem que tenham que deflagrar uma greve geral e conseguir atenção até do primeiro-ministro inglês.


Elas protestam de todas as formas e são lideradas por Rita O'Grady (interpretada pela atriz Sally Hawkins), que fala para todos os sindicatos de automóveis da Inglaterra e acaba conseguindo o apoio dos colegas trabalhadores, até porque, inevitavelmente, eles param seus trabalhos nas fábricas em função do trabalho das mulheres terem parado; como finalizar a montagem dos carros se as capas dos bancos não ficaram prontas?



Como o filme se passa nos anos 60, e a revolução feminina não se dá apenas nos aspectos econômicos, vale a pena prestar atenção na produção de arte e figurino:



Muito cabelo alto segurado com bastante laquê!



Um pouco de revolução feminina não faz mal a ninguém! :)

Nenhum comentário:

Postar um comentário